ensino fundamental

No Ensino Fundamental o aluno é incentivado a conhecer progressivamente o mundo que o cerca, refletindo e atuando sobre ele, utilizando múltiplas linguagens e formas de expressão para sua comunicação e informação.

A metodologia prioriza a autonomia intelectual do aluno, seu espírito crítico, sua capacidade de construir estratégias, comprovar hipóteses e argumentar as explicações propostas, preservando e desenvolvendo valores éticos, de solidariedade, responsabilidade social e cidadania.

Projetos interdisciplinares, aulas dinâmicas e significativas, vivências e estudos do meio e a adoção de materiais organizados de modo a estabelecer relações e conexões entre o saber do aluno e o conhecimento que se quer construir, garantirão as ferramentas essenciais ao desenvolvimento das competências e habilidades que possibilitarão sua inserção no mundo intelectual, social e tecnológico.

 

ensino fundamental i

Projetos de Leitura

A leitura é fundamental para a plena realização da nossa condição humana e da nossa capacidade de entender o mundo. É também condicionante para a promoção de valores democráticos, porque é base para uma cultura do discernimento e do diálogo, tanto individual como coletivo. Quem lê aumenta seu repertório de atuação sobre o mundo à sua volta. E, naturalmente, uma sociedade leitora amplia suas possibilidades de qualificar as relações humanas e resolver os problemas cada vez mais complexos que a elas se apresentam.

Projeto Lê Pra Mim

Livros infantis circulam semanalmente entre os alunos. Após a leitura, os alunos preenchem uma ficha correspondente ao conteúdo livro.

Expoliteratura

A Expoliteratura reúne os projetos literários desenvolvidos a partir dos livros lidos e dos livros escritos pelos alunos.

 

educação financeira

 

Em tempos de apelações propagadas pelas mais variadas mídias, que incentivam o consumismo e o desperdício, a Educação Financeira passou a ser uma orientação de extrema importância para a melhoria da qualidade de vida das pessoas.

Muitos especialistas acreditam que o quanto antes for iniciado o gerenciamento financeiro pessoal, melhores serão os resultados decorrentes da adoção de alguns hábitos. Portanto conclui-se que a infância é a melhor fase para a aplicação de conceitos referentes à relação com o dinheiro.

Neste projeto, além de se divertirem muito, os alunos aprendem sobre a história do dinheiro e a diferença entre ser consumidor e ser consumista, descobrem como é composto o salário, como funciona o uso do cheque e do cartão de crédito e resolvem inúmeras situações-problemas de acordo com os conteúdos matemáticos de sua série.

Como parte do projeto Educação Financeira é realizada a Festa da Matemática. Nela os alunos do Fundamental I aplicam os conceitos estudados, simulando compras e o uso do sistema monetário, descobrindo a importância e utilidade da matemática na vida cotidiana.

 

Ética e Empreendedorismo

 

As atividades são desenvolvidas com a finalidade de ampliar o autoconhecimento, a inteligência emocional,  despertar a criatividade e a postura empreendedora.

A criança participa ativamente da elaboração, desenvolvimento e avaliação das atividades dos projetos. Desempenhando papéis no grupo, ela amplia a compreensão sobre si mesma e sobre os demais, desenvolvendo sentimentos de empatia, colaboração e respeito nas relações interpessoais.

Experiências em grupo e individuais proporcionam a formação do senso de responsabilidade individual e coletiva e de atitudes proativas e positivas no alcance dos objetivos.

Neste contexto, os alunos são estimulados a pensar em soluções para problemas cotidianos, sejam eles sociais ou ambientais. Criam, defendem suas ideias, colocam-nas em prática e são encorajados a nunca desistir.

As aulas de empreendedorismo são prazerosas, lúdicas e ligadas a temas significativos às crianças. Nelas são exercitados a liderança, a assertividade, os princípios e valores e a ética.

Neste projeto está inserida a Educação Financeira, que trabalha conceitos referentes ao consumo responsável e consciente e à compreensão de que as escolhas que fazemos estão diretamente ligadas ao nosso projeto de vida.

 

robótica

 

Crianças entre 6 e 10 anos intensificam o convívio social e buscam independência. Nesta fase, a criança já está inserida no cotidiano escolar. Com isso, adquire conquistas relacionadas ao desenvolvimento cognitivo e à sociabilização, pois percebe que o mundo é composto por outras pessoas.

A visão sobre o mundo que a rodeia já não é mais mágica e fantasiosa, pois seu pensamento é mais lógico. Sua personalidade faz com que busque grupos de convívio pela afinidade. A criança, aqui, já pensa de forma mais crítica e busca a independência mais racionalmente.

Além de permitir uma abordagem integral do desenvolvimento do aluno, o material é baseado nos PCNs (Parâmetros Curriculares Nacionais). A Coleção Via Maker (LEGO) é composta por 4 fascículos do aluno, divididos em oito temas interdisciplinares por ano. Nele, são trabalhadas seções que contemplam obras de arte, desafios e enigmas, histórias em quadrinhos, tecnologias, curiosidades, montagens, situações-problemas, entre outras. Além do material do aluno, são oferecidos manuais de montagens, nos quais se indica passo a passo a montagem que deve ser realizada na aula.

Os kits LEGO e o trabalho com os fascículos proporcionam aos alunos o prazer de aprender fazendo. Os kits LEGO Education Ciência e Tecnologia na Infância (9656 ou 9654), Mecanismos simples e motorizados (9632) e os kits de motor e suporte de pilhas (9628) são ideais para o Ensino Fundamental. Eles permitem que o aluno exercite suas habilidades motoras, explorando conceitos tecnológicos por meio da criatividade e do raciocínio lógico e permitem que a criança construa diversas montagens integradas ao conteúdo de cada aula. Utilizando brincadeiras, o Programa apresenta o universo da ciência e da tecnologia às crianças, além de ampliar o conhecimento de assuntos interdisciplinares.

ensino fundamental ii

 

Projetos de Estímulo à Leitura

 

A leitura é fundamental para a plena realização da nossa condição humana e da nossa capacidade de entender o mundo. É também condicionante para a promoção de valores democráticos, porque é base para uma cultura do discernimento e do diálogo, tanto individual como coletivo. Quem lê aumenta seu repertório de atuação sobre o mundo à sua volta. E, naturalmente, uma sociedade leitora amplia suas possibilidades de qualificar as relações humanas e resolver os problemas cada vez mais complexos que a elas se apresentam.

Projeto Para Gostar de Ler

 

Este projeto mensal proporciona a ampliação da capacidade leitora e estimula o hábito de ler. A partir da leitura, os alunos realizam atividades específicas, sob a orientação do professor.

Expoliteratura

A Expoliteratura reúne os projetos literários desenvolvidos a partir dos livros lidos e dos livros escritos pelos alunos.

Adolescer

 

A adolescência é uma fase geralmente difícil tanto para o adolescente quanto para a família. O projeto Adolescer tem o objetivo de abordar e debater temas fundamentais para a compreensão e formação dos adolescentes, propiciando a reflexão e o diálogo na busca de caminhos para o entendimento e superação dos dilemas vividos. Temas abordados: adolescência, drogas, o diálogo com os pais, relacionamento, sexualidade, relação com a TV, bullying, internet, bulimia e autoestima. Fazem parte deste projeto a integração entre os alunos através de gincanas, quiz e jogos interclasses.

"Motivar o aluno a estudar, amadurecer e fortalecer seus valores, tornando-se comprometido, com uma postura ética e proativa diante da vida pessoal e profissional."

Leo Fraiman

Ética e Empreendedorismo

 

 

 

 

O grande desafio da educação nos tempos atuais é formar jovens capazes de enfrentar um mundo com mudanças aceleradas, cada vez mais imprevisível e volátil, onde todas as esferas da vida social estão sendo reconfiguradas. 

No Ensino Fundamental II, momento também de grandes mudanças na identidade e na forma de ver a sociedade e a família, a proposta é estimular o Protagonismo Juvenil. Atuando na prática sobre problemas reais, o aluno desenvolverá sua capacidade de diálogo, argumentação e colaboração de forma propositiva, sendo alguém que assume a responsabilidade por iniciativas que contribuem ativamente na redução de problemas socioambientais.

O Protagonismo Juvenil amplia a autonomia, a autoconfiança, a criatividade, a empatia, a solidariedade e desenvolve no indivíduo habilidades para lidar com o novo, fazendo uso dos conhecimentos e informações adquiridos nas aulas e estudos cotidianos para criar possibilidades de transformação e melhoria na vida social e no meio em que vive.

Neste contexto, a escola proporciona o engajamento em projetos para o desenvolvimento de competências importantes para viver e conviver nessa sociedade em mudança, contribuindo para a reflexão  sobre o sentido e significado da vida, ampliando a compreensão sobre o valor das relações humanas e estimulando a visão otimista sobre o futuro.

Tudo isso favorecerá, numa etapa seguinte do desenvolvimento do jovem, a formação de um Projeto de Vida, que se configura pela oportunidade introspectiva de refletir sobre suas expectativas e planos para o futuro, tornando-se capaz de fazer uma escolha profissional ligada aos seus interesses pessoais e identificar o que precisa desenvolver em si mesmo para atingir seus objetivos.

robótica

 

Entre 11 e 14 anos as relações interpessoais se desenvolvem na escola. No comecinho da adolescência, os alunos ainda estão descobrindo do que gostam e do que não gostam e começam a fazer planos para o futuro. Já conseguem entender melhor a sociedade e a realidade do mundo, deixando as fantasias infantis de lado. Assim, são capazes também de elaborar hipóteses e testar seus conhecimentos científicos em relação a seu cotidiano.

Essa mudança na percepção também pode trazer a constante preocupação com a aparência exterior, o que faz com que os relacionamentos já não se construam com tanta facilidade quanto na infância. É quando surge o comportamento mais introspectivo, e o ambiente escolar se torna propício para as relações interpessoais.

Desenvolvimento integral

 

Através do Programa Curricular ASTRO MAKER, os alunos desde a educação infantil ao ensino médio, utilizam os produtos da LEGO® Education e trabalham em equipe, com uma metodologia pautada na cultura maker, ou seja, no “faça você mesmo”, colocando o aluno como protagonista do seu aprendizado. 

As aulas do programa são organizadas em três etapas:

EXPLORAR

Momento de conexão do conhecimento já adquirido com o novo.

COMPARTILHAR

Momento de analisar, refazer, trocar, registrar, etc.

CRIAR

Momento em que alunos realizam montagens, levantam hipóteses e possibilidades, propõe soluções e programam.

O programa prepara o aluno para resolver problemas, e propõe, que além de ser usuário, ele seja também construtor de tecnologia, construtor de sua própria aprendizagem. Essas competências são desenvolvidas através de atividades práticas que abrangem conteúdos curriculares como ciências, matemática e engenharia em um contexto tecnológico.

O kit permite que o aluno exercite suas habilidades motoras, explorando conceitos tecnológicos por meio da criatividade e do raciocínio lógico. No Ensino Fundamental Séries Finais, é utilizado o kit NXT Mindstorms (9797), com motores, sensores e bloco programável. O kit e o trabalho com os fascículos proporcionam um ambiente motivador de ensino, ao mesmo tempo em que são utilizados como ferramentas tecnológicas que possibilitam a construção de novas descobertas e aprendizagens.

Eles possibilitam que o aluno exercite suas habilidades motoras, explorando conceitos tecnológicos por meio da criatividade e do raciocínio lógico e permitem que a criança construa diversas montagens integradas ao conteúdo de cada aula. Utilizando brincadeiras, o Programa apresenta o universo da ciência e da tecnologia às crianças, além de ampliar o conhecimento de assuntos interdisciplinares.

Papel do Professor

O educador desempenha um papel essencial e indispensável para o sucesso da execução do nosso programa em sala de aula. Sua função é ajudar o aluno a pensar, provocar sua curiosidade e incentivar a pesquisa, para que a criança se torne protagonista de sua aprendizagem, em um ambiente lúdico e agradável.

O professor também desempenha o papel de mediador, instigando os alunos a refletir sobre as diferentes formas de resolução de um determinado desafio. Ele prepara o aluno para ser capaz de criar novas tecnologias e buscar soluções inovadoras, usando os conceitos tecnológicos aprendidos, de forma racional e eficiente.

A finalidade da prática pedagógica do professor é levar o aluno a identificar e compreender um conceito, levantar hipóteses e confrontá-las com as suposições dos colegas, validando ou modificando sua própria ideia, sempre respeitando e valorizando a opinião alheia. E essas são condições importantes na busca das competências e na formação e construção.

 

Projetos Científicos

 

A Jornada Científica é um evento para exposição das pesquisas e trabalhos científicos desenvolvidos pelos alunos sobre um tema de relevância social e científica durante o ano. 

estudos do meio

Enfatizando a produção e a contextualização do conhecimento, o Colégio Gênese coloca entre uma de suas prioridades o Estudo do Meio. O principal objetivo do Estudo do Meio é demonstrar aos alunos a estreita relação existente entre aquilo que se aprende na escola e o que ocorre dentro e fora dela, em diferentes lugares com diferentes pessoas. A possibilidade de estabelecer essas relações representa um material de trabalho quase inesgotável para alunos e professores.

UNIDADE I

  Rua da Bonança, 117/119

Freguesia do Ó, São Paulo, SP

UNIDADE II

 Rua Izabel Velho, 752

Freguesia do Ó, São Paulo, SP

3459-5952    |    3459-5953    |    3459-5957    |    3459-5965